Comitiva da região voltará à Brasília em fevereiro para tratar da ponte internacional em Porto Xavier - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
30 de janeiro de 2019
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Comitiva da região voltará à Brasília em fevereiro para tratar da ponte internacional em Porto Xavier

Foto: Divulgação/Prefeitura de Porto Xavier
30 de janeiro de 2019 l 16:12
Materia atualizada: 30/01/2019 l 16:28




Compartilhe!

Em fevereiro, quando o ano de fato começar em Brasília, lideranças da região voltarão à capital federal para tratar da ponte internacional de Porto Xavier. Segundo o presidente da AMM, Paulo Peixoto, as tratativas haviam sido encerradas por lá no final do ano passado, quando houve a troca de governo. Na região, as ações continuaram. No início de janeiro, uma comitiva foi até a Argentina conhecer o porto de Santa Ana, que ficará mais perto das Missões se a ponte for construída.

Com a posse dos deputados e senadores na semana que vem, Paulo e outros prefeitos da região voltarão a trabalhar pelo projeto. Ele citou a conquista de R$ 20 milhões ano passado com a bancada gaúcha. As lideranças esperam a liberação do recurso para ser lançada a licitação da obra, que já tem projeto pronto e aprovado.

Em relação às obras de infraestrutura na região, Peixoto afirmou que todos os pleitos foram encaminhados. O secretário de transportes, Juvir Costela, recebeu os prefeitos de Rolador, Bossoroca, Pirapó, Garruchos, Dezesseis de Novembro e Santo Antônio das Missões, que solicitam obras de melhorias ou construção de acessos asfálticos. Paulo afirmou que entende as dificuldades financeiras do estado e que as reivindicações levarão um tempo para serem atendidas.

Sobre a ERS 165, o prefeito de Rolador voltou a afirmar que a permanência da empresa Conterra na região é essencial. Caso as lideranças não tivessem conseguido a ordem de início no trecho de Cerro Largo, os trabalhadores teriam ido embora da região, o que dificultaria o serviço. O trecho de 10km está com bom andamento. No trajeto até São Luiz Gonzaga resta a última camada de asfalto e as desapropriações, que estão sendo resolvidas na justiça.

Nas estradas municipais, as equipes continuam o trabalho. Segundo Paulo, as vias ainda não estão como ele queria, mas tiveram melhoria. Nesta semana as máquinas estão na localidade que faz divisa com Mato Queimado.

Fonte: Rádio Missioneira

 

 


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados