Comitê da AMM discute alternativas contra o avanço da covid-19 em São Borja

Compartilhe!

Agravamento da pandemia mobilizou o comitê para o enfrentamento à pandemia. Município já contabiliza 187 mortes e mais de 7,5 mil casos confirmados

Em razão do aumento de casos e óbitos por covid-19 e o registro da presença das variantes P1 e P2 em São Borja, o Comitê Científico Regional de Enfrentamento à covid-19 da Associação dos Municípios das Missões (AMM) esteve reunido com a administração municipal e do Hospital Ivan Goulart na última quinta-feira (22), para discutir ações de aprimoramento nas medidas de enfrentamento ao Coronavírus, é uma das incumbências propostas pelo colegiado. São Borja registra 187 óbitos e 7.542 casos confirmados na pandemia.

Em março, São Borja foi o sétimo município brasileiro com mais registros de morte pela covid. Desde a chegada da pandemia na cidade, foram 66 mortes até fevereiro deste ano e 76 somente em março, uma média de 2,45 óbitos por dia. O levantamento foi realizado pela plataforma colaborativa, disponível aqui, com dados compilados e divulgados no início deste mês.

Preocupado com o avanço da pandemia, o Comitê Científico Regional da AMM, coordenado pela enfermeira Daniana Pompeo, servidora da Secretaria de Saúde e presidente do Comitê Temporário de Enfrentamento ao Coronavírus de Santo Ângelo, convocou uma reunião com a gestão de São Borja, realizada na prefeitura municipal, com a participação do prefeito em exercício, Roque Feltrin; da secretária municipal de Saúde, Sabrina Dornelles Loureiro; da chefe da Vigilância em Saúde, Magda Fabiane Cardoso; e da coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Janaína da Fontoura Pereira.

Daniana ressalta que, infelizmente, São Borja se destacou na região com o avanço dos casos e de óbitos no início deste mês, com a confirmação das variantes P1 e P2, que provoca uma transmissão mais rápida e severa. O objetivo da reunião foi à adoção de medidas mais rígidas em relação à flexibilização das bandeiras impostas pelo Governo do Estado. “Discutimos ações de como frear esse avanço. Esta uma é das funções do Comitê Regional que acompanha a situação de todos os municípios da região, traçando estratégias no controle da flexibilização das bandeiras, das medidas protetivas e no controle dos casos e internações, além da divulgação de campanhas de enfrentamento à covid-19”, explica.

HOSPITAL IVAN GOULART

No final da tarde, o Comitê Regional esteve reunido com a administração do Hospital Ivan Goulart, em encontro com a diretora administrativa, a primeira-dama Fernanda Bonotto, com a gerente de Enfermagem Fábia Ramos, e com o presidente da Fundação do Hospital Ivan Goulart, Pedro Machado.

Além da enfermeira Daniana, o fiscal sanitário da Secretaria de Saúde de Santo Ângelo, Ubiratan Gross Alencastro, que também integra os comitês de Santo Ângelo e da AMM, esteve presente nos encontros.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Santo Ângelo

Texto/foto: Rodrigo Bergsleithner