logo-nova

Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Colheita da soja avança para 66% da área cultivada no Rio Grande do Sul

Compartilhe!

As precipitações em volumes variáveis, que ocorreram nos últimos períodos sobre o Rio Grande do Sul, reduziram o ritmo de colheita da soja, que atinge 66% da área cultivada na safra 2023/2024, estando ainda 28% em maturação e 6% das lavouras em enchimento de grãos.

De acordo com o Informativo Conjuntural, divulgado nesta quinta-feira (25) pela Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), as chuvas pontualmente volumosas que ocorreram sobre a região Centro-Oeste do Estado, onde superou 250 mm, provocaram a debulha de vagens e o transbordamento de cursos d’água, afetando diretamente as lavouras.

No Estado, à medida que a colheita avança para o terço final, observa-se uma tendência de redução na produtividade das lavouras. Essa diminuição ocorre após um pico de rendimento, em que as lavouras de melhor desempenho expressaram potencial produtivo superior a 5.400 kg/ha, e é percebida a partir do início da colheita de lavouras mais tardias, afetadas por problemas fitossanitários, especialmente ferrugem-asiática. Contudo, essa situação não compromete a safra atual, que é considerada bastante satisfatória. A estimativa da produtividade permanece em 3.329 kg/ha.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.