Chama Crioula de São Luiz Gonzaga é gerada nas Ruínas de São Lourenço

Compartilhe!

Cerimônia abre os Festejos Farroupilhas no município. Cavalarianos irão transladar o fogo simbólico até a cidade

Pela primeira vez na história, a Cerimônia de Geração da Chama Crioula dos Festejos Farroupilhas de São Luiz Gonzaga foi realizada no Sítio Arqueológico de São Lourenço Mártir.

O ato ocorreu na manhã deste dia 7 de setembro, dentro da área onde estão as ruínas da antiga redução jesuítico-guarani de São Lourenço Mártir, fundada no final dos anos 1600 e tombadas, desde os anos 1970, como Patrimônio Nacional. A cerimônia obteve autorização do Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Prefeito Sidney Brondani esteve presente no ato | Foto: Vereadora Rose Grings/Arquivo pessoal

 

Um grupo de cavalarianos, juntamente com autoridades e as quatro “Anitas” do município, foram os responsáveis pela geração. O translado da Chama Crioula do Distrito de São Lourenço das Missões até a cidade de São Luiz Gonzaga ocorre no dia de hoje. Durante o trajeto, houve uma parada para almoço na comunidade da Laranja Azeda.

A Chama da Semana Farroupilha ficará exposta durante o dia na Praça da Matriz, a fim de que cada entidade tradicionalista possa buscar a centelha do fogo. Após, a Chama será transferida aos cuidados do 14º Batalhão de Polícia Militar.

Fotos: Vereadora Rose Grings/Arquivo pessoal

Rádio Missioneira