Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

CFC Cadore explica detalhes da nova Carteira Nacional de Habilitação

Compartilhe!

O novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) começou a ser emitido na última quarta-feira (1°). O documento tem uma série de mudanças, que foram elencadas por Eduardo Cadore, especialista em trânsito e instrutor do CFC Cadore, durante entrevista ao programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9 nesta sexta-feira (3).

Conforme Eduardo, de acordo com a resolução do Contran, não há necessidade de troca imediata para o novo padrão. A substituição deverá ocorrer à medida em que os motoristas forem renovando ou emitindo a segunda via. A entrada em vigor da nova CNH não invalida os documentos atuais, que continuam valendo em todo o Brasil até sua data de validade.

O documento pode ser expedido em meios físico, digital ou ambos. A escolha fica a critério do motorista. A nova CNH terá elementos gráficos para evitar falsificação e fraudes. Além disso, a primeira coluna terá a categoria da habilitação, seguida por uma figura do automóvel e a indicação se o dono do documento está habilitado para dirigir aquele tipo de veículo, além de informações sobre exercício de atividade remunerada do motorista e possíveis restrições médicas.

A nova versão apresenta tradução em português, inglês e espanhol. A ideia, segundo o Ministério da Infraestrutura, é facilitar a identificação dos condutores brasileiros no exterior.

Segundo Eduardo, a nova CNH mantém o QR Code, já disponível nos documentos emitidos a partir de 2017. O código vai armazenar todas as informações do documento, inclusive a fotografia, com exceção da assinatura do motorista.

O documento também vai apontar se o motorista tem apenas permissão para dirigir, por meio da letra “P”, ou se já possui CNH definitiva, com o uso da letra “D”.

Foto: divulgação/Governo Federal

Rádio Missioneira 

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.