Carnaval: escola de samba Gavião Dourado já tem planos e novidades para 2022

Compartilhe!

Como era previsível, a pandemia da covid-19 impediu, em um momento totalmente inédito, a realização dos desfiles das escolas de samba de São Luiz Gonzaga. Em entrevista ao programa Cidade Alerta, nesta segunda-feira (15), Nelson Tavares, uma das lideranças da agremiação Gavião Dourado, sediada no bairro Duque de Caxias, expôs o momento complicado vivido por quem organiza as festividades e os planos para o ano que vem.

Nelson ressaltou que a escola foi pega de surpresa. A intenção em 2020 era de poder desfilar nas ruas de São Luiz Gonzaga mais uma vez neste ano, mas o surgimento da pandemia limitou totalmente o evento. “Infelizmente, a realização de festas carnavalescas poderia resultar em algo trágico, por isso compreendemos o cancelamento” ressalta.

Enredo de 2016 da escola celebrou a beleza e a história dos Sete Povos das Missões | Foto: reprodução

 

Nelson relembrou também a importância econômica do Carnaval, que gera lucros expressivos aos comerciantes. “É uma engrenagem, movida anualmente, que neste ano não irá girar”, citou. Ele comenta também os anos de ouro das festividades em São Luiz Gonzaga, cujo desfile atraía escolas de samba de outras cidades e oportunizava que a Gavião Dourado viajasse inclusive à Porto Alegre.

“O material está todo guardado, nos fundos de minha casa, para desfilarmos nas ruas de São Luiz Gonzaga em 2022” evidencia Nelson. Ele traz ainda a informação importante de que assim que concluído, o Ginásio Poliesportivo do bairro Duque de Caxias será cedido para uso da Associação de Moradores, oportunizando que a escola de samba Gavião Dourado tenha um local extremamente apropriado para realizar os ensaios. “Assim que a pandemia acabar, estaremos com os tambores a todo vapor”, finaliza.

Rádio Missioneira