Bebida, celular e direção: ação do CFC Cadore chama atenção para prevenção de acidentes de trânsito

Compartilhe!

Vestidos de branco e com cara de morte. Quem passou na avenida Senador Pinheiro Machado hoje (22) cedo em São Luiz Gonzaga talvez não entendeu em um primeiro momento. A ação, realizada pelo CFC Cadore, teve objetivo de homenagear as vítimas no trânsito no mundo, que somam mais de 1,3 milhões.  A atividade também chama a atenção para as maneiras de prevenir acidentes. Segundo o instrutor Magnus Ourique, o número é inadmissível. “Precisamos de ações e prevenção para diminuir esse dado assustador”, relatou o profissional.

A ação concentrou em eixos principais, considerados os mais perigosos no trânsito, como a bebida e direção e o uso do celular. Um homem com uma garrafa na mão e volante na outra, com pintura que representa a morte no rosto, chama a atenção para o perigo da prática, que é bastante comum.

O outro, com a mesma vestimenta e pintura, tem um celular na mão. A prática é a terceira causa de morte no trânsito no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet). . São cerca de 150 óbitos por dia no país e quase 54 mil por ano provocados pela utilização indevida do aparelho na hora de dirigir.

Cruzes na BR 285

Depois da ação na avenida, a equipe do CFC Cadore fará um ato na BR 285, rodovia que é palco de inúmeros acidentes de trânsito. Serão colocadas cruzes na BR, para ilustrar as mortes no local.

Autora: Amanda Lima

Fonte: Rádio Missioneira