Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Atual diretoria da Coopatrigo completa primeiro ano de mandato

Compartilhe!

No Programa Informativo Coopatrigo do último sábado (26), o presidente da Coopatrigo, Paulo Pires, esteve comentando o primeiro ano de mandato da atual diretoria e Conselho de Administração completados na sexta-feira (25).

“As datas cheias sempre são destacadas e por isso estamos fazendo este registro também em nome dos companheiros de direção Luiz Flávio Oliveira e Marcos Pilecco em um momento importante com duas situações diferentes, onde comemoramos os resultados do exercício 2021 e as projeções nos indicam um ano extremamente difícil em 2022 devido a forte estiagem registrada na safra de soja”, afirmou o presidente.

Paulo Pires disse que a partir do momento em que se decidiu formar um novo grupo para administrar a Coopatrigo, foi feito um Plano de Trabalho, dando continuidade ao que vinha sendo desenvolvido na Cooperativa com algumas alterações e desafios, o que segundo ele estão sendo colocados em prática de forma gradativa.

“A Coopatrigo, assim como todo o agro, teve um crescimento muito significativo nos últimos anos e isto trouxe um problema de estruturação que não se consegue aumentar neste mesmo ritmo”, comentou Paulo Pires, se referindo a capacidade de armazenagem, onde a Coopatrigo ainda tem uma defasagem de 40% na sua capacidade de armazenagem na comparação ao volume de grãos que movimenta em um ano com safras normais, mesmo com todos os investimentos que já foram feitos e os que estão em andamento.

Sobre o ano em curso, o dirigente disse que a Coopatrigo vem se organizando para enfrentá-lo a partir do momento em que se confirmou a grande quebra na safra de soja.

“Será um ano de desafios e já colocamos em prática um plano de economia em todos os setores com ênfase no aumento das vendas das lojas comerciais da Cooperativa, onde reunimos 31 gerentes e chefes de setores em encontros individuais, debatendo caso a caso e elaborando esse plano para que a redução da nossa receita bruta não afete significativamente o desempenho da Coopatrigo”, analisou Paulo Pires.

Sobre os planos para 2022, principalmente na área de investimentos, Paulo Pires disse que vai depender bastante da disponibilidade de crédito, o que neste momento está bastante difícil e que a preocupação maior é tentar contribuir com o associado para passar por este momento de dificuldade e isto vai acontecer olhando para a frente, focando as próximas safras que vem na sequência que são a safra de canola e de trigo.

Fonte: Roberto Marques | Assessor de Comunicação da Coopatrigo

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.