Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

“Alseu Braga foi um homem que amou São Luiz Gonzaga”, define filho do ex-prefeito

Compartilhe!

Líder político que faleceu no domingo (4), deixa legado memorável ao município. Filho José Antônio Caetano Braga agradeceu as mensagens de conforto

No último domingo (4), São Luiz Gonzaga perdeu o ex-prefeito Alseu da Silva Braga. Aos 89 anos, o líder político, que atuou por duas ocasiões como prefeito municipal, faleceu em sua residência. Em entrevista ao programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9 nesta terça-feira (6) o ex-vereador José Antônio Caetano Braga (Sapo), filho do ex-prefeito, em nome de toda a família, agradeceu publicamente as mensagens de conforto recebidas.

Em nome dos quatro filhos, José Antônio salientou que a perda do pai deixou uma lacuna difícil até mesmo de externar.

“Nós, na vida, somos passageiros, mas enquanto estivermos na Terra, precisamos ser efetivos e um ser humano bom e isso, eu garanto, que meu pai foi”, disse o ex-vereador.

José Antônio relembrou, também, o amor que Alseu Braga possuía pelo município. Conforme o filho, esse carinho especial pelo qual ele sentia pela cidade fez com que ele lutasse ainda mais para o desenvolvimento e bem-estar da comunidade são-luizense.

“Alseu Braga foi um homem que amou São Luiz Gonzaga e por isso buscou contribuir da melhor forma possível, deixando um legado que perdurará por muitos anos”, enfatizou o filho do ex-prefeito.

Doutor Alseu, como era carinhosamente conhecido, viabilizou, por exemplo, a construção da sede do 14º Batalhão de Polícia Militar em São Luiz Gonzaga e a construção da subestação da Eletrobrás no município, entre outras ações que beneficiaram toda a região.

Por fim, José Antônio dirigiu-se também a todas as pessoas e entidades que que se solidaram com a perda do grande homem público que São Luiz Gonzaga teve. Agradeceu o prefeito Sidney Brondani pelas palavras de conforto e a Câmara Municipal de Vereadores que, inclusive, encerrou a última Sessão Ordinária por motivo de luto.

“Este é um momento de dor, mas ao mesmo tempo de gratidão. O maior patrimônio que Alseu da Silva Braga deixou foi o de conservar o seu nome para a posteridade”, finalizou emocionado o filho José Antônio Caetano Braga (Sapo).

 

Foto: Simone Possas/Divulgação

Rádio Missioneira