Algumas horas na praia melhoraram ânimo e saúde de Raíssa Victória

Compartilhe!
  • 1.3K
    Shares

A pequena Raíssa Victória continua sua luta diária pela vida. Mesmo após o transplante de medula, uma esperança de salvação da doença, o estado de saúde da menina inspira cuidados. Segundo Jonas Siqueira, pai de Raíssa, algumas feridas ainda insistem em não cicatrizar. Nos últimos dias, ela teve febre, o que preocupou a família.

Conforme Jonas, o medo era que a medula estivesse sendo rejeitada pelo corpo da menina. No entanto, em consulta com a equipe do hospital Albert Einstein, em São Paulo, foi verificado que não se trata de rejeição do órgão, mas sim de uma infecção. Medicada, Raíssa segue o tratamento.

O pai contou que ela estava triste e desanimada, por isso decidiram levá-la para uma viagem. A família foi ao litoral, onde Raíssa e o irmão puderam sentir a maresia e o clima praiano durante um dia. “Fez muito bem pra ela, percebemos que mudou seu olhar”, contou. Mais do que isso, a melhora no ânimo da pequena até ajudou na cicatrização de uma ferida na cabeça.

Ele relata que o tratamento tem altos e baixos, superados todos os dias por Raíssa e sua família. As lesões mais graves continuam nos pés, que terão de passar por cirurgia de reconstituição. “A evolução é lenta e gradativa”, destaca. A história da menina continua sendo relatada nas redes sociais, por meio da página Para poder Abraçar. Jonas explicou que às vezes a atualização demora uns dias, geralmente quando ele está muito ocupado com os cuidados de saúde da pequena.

Fonte: Rádio Missioneira