4° RCB sediou primeira reunião de coordenação da Operação Ágata

Ocorreu ontem no 4° RCB em São Luiz Gonzaga, a primeira reunião de coordenação da Operação Ágata. O evento reuniu representantes de órgãos de segurança pública da região, que juntos atuarão na operação, prevista para iniciar no dia 10 de maio.O encontro foi coordenado pelo general de Brigada Douglas Bassoli, da 1° Brigada de Cavalaria Mecânica de Santiago.

Em entrevista coletiva à imprensa são-luizense, Bassoli destacou a importância da presença dos órgãos de segurança. ‘’Assim como em edições anteriores, trabalharemos em conjunto, o que tem dado resultados excepcionais’’, afirmou. Conforme o general, cada instituição irá colaborar com sua especialidade na operação. ‘’Aprendemos uns com os outros, dando o melhor de cada um’’, salientou.

A operação Ágata se estenderá por toda a faixa de fronteira do Brasil. O principal objetivo é o combate aos crimes transfronteiriços e o crime organizado. A área de atuação da 1° Brigada de Santiago será parte da faixa de fronteira entre Brasil e Argentina. ‘’São locais estratégicos de crimes com tráfico de armas e drogas’’, comentou o general.

Segundo Douglas, o efetivo empregado na operação será de aproximadamente quatro mil homens, diretamente no campo ou em serviços administrativos. Apesar de estar prevista para ocorrer no mês de maio, existe a possibilidade da operação se estender durante o período da Copa do Mundo.