12ª Coordenadoria Regional da Farsul promoveu encontro em São Luiz Gonzaga - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
3 de fevereiro de 2020
55.99986.2313 (55) 3352-4141

12ª Coordenadoria Regional da Farsul promoveu encontro em São Luiz Gonzaga

3 de fevereiro de 2020 l 17:07
Materia atualizada: 03/02/2020 l 18:28




Compartilhe!

A 12ª Coordenadoria Regional da Farsul que é formada pelos sindicatos Rurais de toda a região, promoveu uma reunião na última sexta-feira(31), tendo como local, a sede do Núcleo dos Criadores de Cavalos Crioulos – Missões, junto ao Parque de Exposições do Sindicato Rural de São Luiz Gonzaga. Este foi o primeiro encontro do ano, que contou com a presença de presidentes e representantes das entidades. Os visitantes foram recepcionados pelo presidente do Sindicato Rural, Luis Fernando Dorneles e sua vice, Margarete Costa Beber.

Entre os assuntos debatidos: Liberação da vacina da febre aftosa no Rio Grande do Sul; Uso de defensivos agrícolas e a Legislação Ambiental. Na oportunidade, o assessor da Presidência da FARSUL, Luís Fernando Cavalheiro Pires, fez uma palestra repassando informações sobre as novidades na legislação sobre o Código Ambiental no Rio Grande do Sul.

O atual presidente da 12ª Coordenadoria Regional da Farsul, é Laurindo Nikititz, presidente do Sindicato Rural de Santo Ângelo. Falando para a reportagem da Rádio Missioneira, destacou da importância destes encontros que tem o objetivo principal, de trazer informações atualizadas sobre o agronegócio, assim como, debater os assuntos de interesse da região em busca do seu desenvolvimento. Na questão sobre o Governo do Estado estar buscando o reconhecimento do Rio Grande do Sul como área livre de aftosa, a Farsul solicitou que seja feito um encontro com técnicos da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, para apresentarem o relatório e dados sobre os planos para buscar o “status” de área livre de febre aftosa.

Pelo fato do Rio Grande do Sul ter sua extensa fronteira com os vizinhos, Argentina, Paraguai e Uruguai, existe a preocupação dos pecuaristas sobre a garantia da fiscalização destas áreas, o que difere dos estados de Santa Catarina e Paraná, que atualmente estão livres da vacinação da febre aftosa.

Rádio Missioneira


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados