logo-nova

Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Plano para emergências na Usina Passo São João será apresentado

Compartilhe!

Na próxima quinta-feira (4), a Eletrobras CGT Eletrosul, em parceria com a Defesa Civil Municipal de Roque Gonzales e de Dezesseis de Novembro e a Defesa Civil Estadual, promoverá um encontro com as populações que residem na área de influência da Usina Hidrelétrica Passo São João, para apresentação do Plano de Ação de Emergência (PAE). A iniciativa estabelece a adoção de medidas a serem executadas em uma eventual situação de emergência. O evento ocorrerá às 19h30, no CTG Sentinelas da Cascata, na Rua Monsenhor Estanislau Wolski, em Roque Gonzales. Os interessados em participar deverão se inscrever previamente no link aqui.

O encontro é voltado para as comunidades de Salto Pirapó e Colônia Laranjeira, em Roque Gonzales, e do Rincão dos Ledur e Rincão São João, em Dezesseis de Novembro, localizadas na Zona de Autossalvamento (ZAS), região imediatamente abaixo da barragem da hidrelétrica e priorizada nas ações de prevenção e prontidão para emergências. Instalada no Rio Ijuí, a Usina Passo São João opera normalmente e sua barragem é regularmente monitorada, inspecionada e fiscalizada por equipe técnica de engenharia especializada.
“Por meio do PAE, a Eletrobras CGT Eletrosul mantém as populações de Dezesseis de Novembro e Roque Gonzales dentro das melhores e mais seguras premissas de segurança de barragens. O objetivo é que as comunidades estejam informadas, preparadas e atualizadas com relação a todas as atividades desenvolvidas visando a segurança coletiva”, destaca Nathan Socha, gerente da Divisão de Segurança de Barragens e Civil.
No encontro, será apresentado o aplicativo Alerta Individual, um sistema para celular que notifica de forma rápida e segura alterações no nível de segurança da barragem, indica as rotas de fuga e os pontos de encontro, estabelecendo um canal de comunicação entre a empresa e a população, além de outras funcionalidades. “Esperamos que todos os moradores que residam próximos ao rio Ijuí, na região após a barragem da Hidrelétrica Passo São João, compareçam ao encontro. Além da apresentação do plano, será uma oportunidade para esclarecer as dúvidas”, acrescentou Socha.
O PAE é uma medida resultante da Política Nacional de Segurança de Barragens e da Política de Segurança de Barragens das Empresas Eletrobras, sendo implantado em etapas: cadastramento dos moradores da Zona de Autossalvamento e da área próxima da barragem; implantação de placas informativas; instalação de torres de alarme sonoro e realização de simulados de emergência com a participação da Defesa Civil, Prefeitura Municipal e população.
O cadastramento permite conhecer e quantificar os vizinhos do empreendimento, planejar a evacuação, estabelecer pontos de encontro, além de identificar eventuais moradores com dificuldades de locomoção ou necessidades especiais. Outra etapa é a instalação de placas de sinalização, demarcando as rotas de evacuação e os pontos de encontro, indicando a direção que a população deverá seguir no caso de uma evacuação.
Também serão implantadas torres de alarme sonoro por sirene para compor o sistema de comunicação do PAE, que será utilizado para a empresa se comunicar, de forma rápida e direta, com toda a população situada na Zona de Autossalvamento da usina. Depois de toda operação implementada e funcionando, será realizado um simulado com a população para que todos saibam os procedimentos a serem seguidos em uma emergência.
Foto: Aloisio Antes 
Fonte: Assessoria de Imprensa | Eletrobras CGT Eletrosul

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.