logo-nova

Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Santo Antônio das Missões em alerta: encontradas larvas do mosquito da dengue

Compartilhe!

O Setor de Vigilância Ambiental em Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde vem alertar a população sobre aumentos significativos de focos de mosquitos da dengue em Santo Antônio das Missões. Foram coletadas pelos agentes de campo diversas amostra de larvas e encaminhadas para o Laboratório da 12ª Coordenadoria Estadual de Saúde, obtendo resultado positivo do mosquito Aedes Aegypti.

O mosquito Aedes Aegypti possui hábitos diurnos e pode ser encontrado nos centros urbanos e rurais. A fêmea precisa do sangue para amadurecer seus ovos. O macho não transmite, se alimenta de plantas e não de sangue. A fêmea quase sempre desova em locais de águas paradas limpas ou sujas.

A Secretaria Municipal de Saúde solicita não apenas a comunidade da zona urbana, mas também a zona rural para ajudar a eliminar os locais onde possa existir água limpa ou suja em suas residências que esteja parada. Troque a água dos vasos a cada três dias, evitando assim que acumulem água, tampe os poços e caixa da água, os barris e outros depósitos de água para evitar a proliferação dos mosquitos, enterre ou ponham no lixo os sapatos velhos porque eles também acumulam água, fure ou mantenha os pneus velhos em locais cobertos (oficinas e borracharias fiquem atentos aos devidos cuidados), pois assim não acumularão água, evitando a proliferação, guarde as garrafas com o gargalo para baixo, os que acumulam água, furem e amassem as latas vazias, antes de jogar fora, para que não acumulam água, em ambientes assim é que os mosquitos se desenvolvem.

Por isso, é necessário o engajamento da população no combate ao Aedes aegypti. “As pessoas precisam ter consciência que elas têm de limpar o próprio quintal, não podem ficar apenas esperando que um agente de campo vá a casa delas, ou que um parente fique doente para fazer a limpeza. Precisamos evitá-los. Por esse motivo é necessário que toda a população entre na batalha de controle e prevenção da dengue”.
A guerra ao mosquito da dengue, essa batalha é de todos. Dengue mata. 

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.