Presidente da AMM participa de reunião online sobre a privatização da Corsan

Compartilhe!

O Prefeito Ricardo Miguel Klein, presidente da Associação dos Municípios das Missões – AMM, juntamente com os prefeitos dos 317 municípios que são atendidos pela Corsan se reuniram na manhã desta quarta-feira (31), para debater os eventuais impactos da privatização da estatal.

A videoconferência foi proposta pelo presidente da Famurs, Maneco Hassen e várias são as opiniões dos gestores sobre o assunto.

A AMM estará reunindo os prefeitos, cujos municípios são atendidos pela Companhia, em uma reunião na próxima semana para debater os prós e contras desta privatização, quais impactos haverão nos municípios. Foi convidado para este encontro o Superintendente Regional da Corsan.

Famurs solicita suspensão da tramitação da PEC 280/2019 – Nota aprovada em Assembleia realizada na manhã desta quarta-feira (31), com a participação de mais de 250 municípios com contratos com a Corsan

Mais uma vez, o Governo do Estado falha com os municípios. Anuncia a privatização da CORSAN, empresa lucrativa, sem qualquer diálogo prévio com os 317 municípios que possuem contratos com a empresa. Sem os municípios, não existe CORSAN. São os municípios que detém o direito à água e ao esgoto. Portanto, o destino da CORSAN não pode ser decidido sem participação dos municípios. Não abrimos mão do nosso direito de participar para decidir, coletivamente, junto com a Assembleia Legislativa, Governo do Estado e sociedade gaúcha, qual o melhor caminho para um bem fundamental como a água do povo gaúcho.

Queremos e devemos opinar, participar e construir. Privatizada ou não, é fato que ela deve e pode melhorar. Assim, até que este diálogo seja realizado e o projeto apresentado com clareza e transparência, solicitamos ao Governo do Estado e à Assembleia Legislativa do RS a suspensão da tramitação da PEC que extingue o plebiscito. É preciso diálogo verdadeiro.

É preciso transparência. É preciso clareza. Qual é o projeto? Por que a pressa? Vamos juntos construir coletivamente a melhoria da gestão da água e do esgoto no RS. Com diálogo e responsabilidade.

Fonte: AMM

This slideshow requires JavaScript.