logo-nova

Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Possíveis mudanças nas regras de internamentos pelo SUS serão debatidas em audiência pública

Compartilhe!

A reunião, que será nesta semana, foi solicitada pela AMM e contará com participação de representantes das 27 Associações de Municípios do Estado

Na próxima quinta-feira, dia 22, na Assembléia Legislativa, em Porto Alegre, acontecerá audiência pública para discutir a proposta do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) que permite pagamento da diferença de classe na internação hospitalar bancada pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O encontro, que inicia às 11 horas, foi solicitado pela Associação dos Municípios das Missões (AMM) que está preocupada com as possíveis conseqüências da medida para os municípios e também para a população com menor poder aquisitivo. Devem participar também representantes da Famurs; União dos Vereadores do Estado do Rio Grande do Sul (Uvergs); Secretaria de Estado de Saúde; Conselho das Secretarias Municipais do RS; Associação Brasileira em Defesa dos Usuários de Sistemas de Saúde (Abrasus); Conselho Regional de Medicina (Cremers); Sindicato dos Hospitais Beneficentes, Religiosos e Filantrópicos do RS (Sindberf); Ministério Público Federal; Ministério da Saúde; prefeitos e vereadores.

O dirigente da AMM, prefeito Junaro Rambo Figueiredo, elogiou a decisão do presidente da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa, deputado estadual Marcelo Moraes, que apoiou a audiência pública para que o assunto seja amplamente debatido por todos os envolvidos no setor. “É mais um possível gargalo que teremos na área de saúde, pois a questão atinge diretamente a população de todo o país, já que está em discussão a quantidade de leitos disponíveis nos hospitais para os pacientes atendidos pelo Sistema Único de Saúde, o SUS. Isto é uma preocupação constante de todos nós, gestores públicos", ressaltou Junaro, que também é prefeito de São Luiz Gonzaga. Por isto, ele está conclamando que todas as prefeituras da região enviem representantes para a audiência de forma a garantir o fortalecimento da iniciativa, que vai beneficiar também os municípios missioneiros. A reunião vai ocorrer na Sala Salzano Vieira da Cunha (3º andar), na Assembléia Legislativa. O assunto também será pauta em audiência pública no Supremo Tribunal Federal (STF), dia 26 de maio de 2014.

 

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.