Número de desabrigados cai pela metade em municípios atingidos pelas chuvas

Após uma semana de sol, muita solidariedade dos gaúchos e diversas ações por parte do Governo do Estado e dos municípios atingidos, o número de pessoas retornando para suas casas é cada vez maior a cada dia, conforme relatório divulgado pela Defesa Civil estadual nesta segunda-feira (14).

O número de desabrigados e desalojados no Estado, que ficou próximo de 22 mil entre a última semana de junho e a primeira de julho, hoje é de 7.881. Destes, 711 seguem desabrigados e outros 7.170 desalojados (em casas de parentes e amigos) nos 135 municípios com situação de emergência já homologados pelo governo estadual. Outras duas cidades, Iraí e Barra do Guarita, estão com situação de calamidade pública decretadas. No total, 163 municípios relataram problemas por conta da instabilidade climática.

Atingidos
A Fronteira Oeste é a região que apresenta situação mais preocupante. As cidades com o maior número de pessoas fora de casa são Itaqui, Uruguaiana e São Borja. O sol desta semana sem chuvas dá um alento às famílias. De acordo com o meteorologista da Defesa Civil, Flávio Varone, os dias devem seguir iluminados até o final de semana.

Recursos
O Governo do Estado liberou, na quinta-feira (10), R$ 5,3 milhões para a área da saúde aos municípios atingidos. O valor é referente ao pagamento da parcela da Política de Incentivo Estadual à Qualificação da Atenção Básica à Saúde (Pies). Também na quinta, o Governo Federal publicou no Diário Oficial da União (DOU) as
Portarias nº 177 e nº 178, de 08/07/2014, com o reconhecimento sumário da situação de emergência em 124 municípios e de dois em calamidade pública.

O decreto estadual coletivo de emergência foi publicado e enviado pelo Governo do Estado na quinta-feira (3) e atualizado no início da semana passada. Com o reconhecimento da União, os municípios têm prazo de 10 dias para entregar a documentação detalhada do plano de reconstrução para que o repasse de recursos federais seja acelerado. O Executivo estadual já entregou ao Ministério da Integração Nacional a primeira parte da documentação necessária.

O Estado solicitou a transferência de R$ 19 milhões em recursos para apoio aos municípios atingidos pelas enchentes das últimas semanas. Para complementar as informações que estão sendo enviadas ao Ministério da Integração, o governo gaúcho realizou uma reunião de trabalho com representantes dos 126 municípios listados no decreto coletivo de emergência (Decreto nº 51621 de 07/07/14) na sexta-feira (11), no Palácio Piratini.

Ações
No momento, o Governo do Estado, em parceria com as cidades atingidas, está na fase de auxílio emergencial às famílias e aos municípios. Tão logo todas as famílias retornem às suas residências, e o Governo Federal se manifeste sobre o relatório de danos enviado pelos municípios, serão efetuadas novas ações para minimizar os danos sociais e econômicos.

São elas:

1) Ações Emergenciais (que já estão sendo executadas);
2) atendimento às pessoas;
3) atendimento aos municípios;
4) atendimento aos empreendedores;
5) atendimento aos agricultores.