Morte de moradores de 46 e 47 anos por covid-19 deixa Bossoroca consternada

Compartilhe!

O óbito de dois moradores de Bossoroca por covid-19 neste final de semana chocou a comunidade. No sábado (20) uma mulher de 47 anos e um homem de 46, ambos sem comorbidades, internados no Hospital São Luiz Gonzaga, não resistiram às complicações da doença e acabaram falecendo.

Em entrevista ao programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9 nesta segunda-feira (22), o prefeito José Moacir Fabrício Dutra (Juca) lamentou as mortes e se solidarizou às famílias dos 12 bossoroquenses que já faleceram vítimas da doença. “É muito triste que pessoas jovens estejam morrendo em decorrência deste terrível vírus”, disse Juca.

Segundo o prefeito, nesta segunda-feira a administração se reunirá com a Vigilância Sanitária para discutir novas medidas de controle à doença no município, já que o órgão novamente teve problemas durante o final de semana com aglomerações em eventos festivos. “A pessoas parecem não ter noção da gravidade da nova variante que está circulando na região”, alertou.

Para Juca, o agravamento da pandemia no município ocorreu durante o feriado de Carnaval. Atualmente, segundo o último boletim epidemiológico divulgado na sexta-feira (19), Bossoroca possui 32 casos ativos da doença, sendo que nove pacientes se encontram internados em hospitais do Estado. O número de pessoas em isolamento domiciliar chega a 58 e 12 moradores já faleceram da doença.

“O comitê de enfrentamento à covid-19 está trabalhando para evitar novas mortes, mas pedimos que cada cidadão cumpra com o seu papel, seguindo as diretrizes sanitárias”, apelou Juca, que salientou a importância para os moradores de procurarem o atendimento médico assim que apresentarem os primeiros sintomas da doença. Atualmente, o município está realizando a vacinação da população acima de 73 anos.

Rádio Missioneira