Mesmo com frustração, Coopatrigo paga bom preço pelo trigo do associado - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
28 de outubro de 2014
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Mesmo com frustração, Coopatrigo paga bom preço pelo trigo do associado

28 de outubro de 2014 l 14:27
Materia atualizada: 28/10/2014 l 14:27




Compartilhe!

O programa Jornal da Manhã desta terça-feira recebeu o presidente da Coopatrigo. Ivo Batista, em entrevista falou sobre os desafios relacionados à cultura do trigo nesta safra, desde o plantio até a colheita, gerando uma frustração muito grande.

Apesar de o clima ter apresentado melhora nestas semanas recentes, Ivo ressaltou não só a baixa produtividade como também a perda na qualidade do produto, cujo nível de qualidade ideal seria com ph acima de 78, o que, aliado a mais algumas características, classificaria o produto como trigo pão, porém, tudo indica que, majoritariamente, o produto das localidades da região terá qualidade inferior ao trigo pão, classificando-se, no máximo, como trigo doméstico.

A Coopatrigo segue fazendo análises constantes para verificar a qualidade do trigo que vem sendo colhido, com resultados nada animadores, porém, mesmo assim, o Presidente informou que a Coopatrigo está comprando o produto de seus associados até por um preço maior pelo instituído pela Conab para o trigo doméstico. Enquanto a Conab estabelece R$ 26,52, a Coopatrigo está pagando R$ 27,50. O mesmo ocorre quanto ao trigo com ph abaixo de 76, que a Conab estabelece valor mínimo de R$ 23,87, e que está sendo comprado pela Coopatrigo por R$ 24,30. O preço do trigo com ph 75/76 é de R$ 20,35 e a Coopatrigo paga R$ 22,00. Pelo triguilho, cujo preço mínimo é de R$ 12,85 pela Conab, a Coopatrigo oferece R$ 14,00.

Essas ofertas da cooperativa refletem o esforço da diretoria em buscar uma forma de compensar as perdas que se anunciam para o produtor nesta safra, amenizando da melhor forma possível o prejuízo. Outro problema apontado pelo Presidente Ivo é que o trigo doméstico, que será exportado para ração, se apresentar níveis de toxina, não poderá ser aproveitado nem pra isso. Análises seguem sendo feitas para verificar essas suspeitas.


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados