logo-nova

Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Má condição das estradas causa prejuízos e indignação de motoristas

Compartilhe!

A situação precária de trechos das estradas da região não chega a ser novidade para quem transita pelos municípios missioneiros. Problemas como buracos e ondulações, porém, se agravaram com as chuvas que atingiram o Estado nas últimas semanas, trazendo perigo e prejuízos para os motoristas, que cobram ações urgentes de manutenção nas rodovias estaduais e na BR-285.

Uma das mais recentes vítimas da precariedade do asfalto nas nossas estradas foi o empresário de São Luiz Gonzaga Luciano Nahed Ahmad Muhd Mahmud, 48 anos. Na tarde de terça-feira, dia 23, ele dirigia pela ERS-168, na saída de Roque Gonzales em direção a São Luiz, quando foi surpreendido por grandes buracos nos dois sentidos da estrada. “Vinha um outro veículo em sentido contrário e não tive o que fazer a não ser entrar em um dos buracos. Estava sozinho e não me machuquei, mas o susto foi grande e perdi um pneu e tive roda entortada pelo impacto.”

Luciano gravou um vídeo para suas redes sociais denunciando o ocorrido. “Temos de cobrar as autoridades. Pagamos IPVA e um monte de impostos e temos esse tipo de estrada em troca. É um absurdo”, afirma ele.

BR-285 – O motorista de caminhão Maurício Santos de Lima, 29 anos, também relatou à reportagem da Rádio Missioneira a dor de cabeça de ter de transitar pela BR-285 semanalmente. “O trecho entre São Luiz Gonzaga e Ijuí está péssimo. Buraco em cima de buraco, ondulações, não tem acostamento, nem pontos de apoio e nem borracharia 24 horas. Ou seja, o motorista está abandonado e obrigado a trafegar em uma estrada sem condições. Já tive pneus furados em buracos na rodovia e com certeza precisamos de obras urgentes no trecho.”

Acesso a Caibaté – A precariedade do asfalto também preocupa da comunidade de Caibaté. Nesta semana, o prefeito Amauri Pires teve uma reunião com o secretário adjunto de Logística e Transportes do Estado, Luiz Gustavo de Souza, em Porto Alegre. O assunto foi as más condições da ERS 536, no acesso a Caibaté.  A rodovia liga a cidade à BR-285, em um trecho de aproximadamente 12 quilômetros. A estrada segue também até a cidade de Mato Queimado e, atualmente, encontra-se com inúmeros buracos e desníveis.

Segundo a Prefeitura de Caibaté, o secretário adjunto garantiu que, nos próximos dias, deverá ser realizada uma operação tapa-buracos e que em um futuro deverá ser efetuado o recapeamento da via.

A mesma informação repassada pelo secretário adjunto Luiz Gustavo de Souza sobre a ERS-536, foi repassada pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) sobre a ERS-168. Segundo o Daer, o trecho entre São Luiz Gonzaga e Roque Gonzales está na rota de vistorias a serem feitas nos próximos dias para viabilidade de futuras obras de recuperação previstas pela autarquia. Já o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), responsável pela BR-285, não respondeu aos questionamentos da reportagem até o fechamento desta matéria.

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.