Jovem de 20 anos morre de covid-19 em São Borja

Compartilhe!

Paciente apresentava sintomas graves e deu à luz. Esta é a vítima mais jovem da doença na região

O município de São Borja registrou nesta quinta-feira (25) o óbito de uma jovem de 20 anos causado por complicações da covid-19. A paciente estava internada no Hospital Ivan Goulart e se encontrava no 4º dia pós-operatório, após dar à luz a uma menina. Esta é a vítima mais jovem da doença no município e em toda a região missioneira.

A paciente não apresentava comorbidades e chegou à instituição de saúde no domingo (21) com tosse e falta de ar aguda. Os exames confirmaram a contaminação pela doença e ela acabou dando à luz. A criança recém-nascida passa bem. Nas redes sociais, amigos e familiares não se conformam com a perda e se dizem chocados com a morte.

Em uma semana, esta é a segunda jovem com menos de 30 anos que falece vítima da doença no município. No último domingo (21) a Prefeitura Municipal confirmou o óbito de uma paciente de 21 anos. Nesta quinta-feira, São Borja registrou ainda outros dois óbitos: de um homem de 64 anos e uma mulher de 59. Ao todo, o município já soma 134 mortes pela doença.

A cidade da Fronteira Oeste, integrante da 12ª Coordenadoria Regional de Saúde, apresenta os maiores números de covid-19 na região. Segundo o último boletim epidemiológico, divulgado nesta quinta-feira, são mais de 6.500 casos confirmados e 731 suspeitos. No Hospital Ivan Goulart, 89 pacientes estão internadas com a doença e 903 moradores estão em isolamento domiciliar.

Em menos de um mês, a população de São Borja viu os casos de covid-19 explodirem de maneira assustadora. Em poucos dias, a cidade ultrapassou Santo Ângelo em todos os cenários da doença e hoje é a mais infectada pelo vírus entre as 24 cidades integrantes da Coordenaria de Saúde.

Na última terça-feira (23), em entrevista a Rádio Missioneira, o prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto, confirmou que amostras de pacientes infectados no município foram enviadas pelo Lacen/RS à Fiocruz, no Rio de Janeiro. A presença de uma nova variante do coronavírus na cidade é iminente.

Rádio Missioneira