Indústria sem Chaminé: Roque Gonzales é destaque no investimento em novas formas de receita - Rádio Missioneira - São Luiz Gonzaga - RS
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
4 de maio de 2019
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Indústria sem Chaminé: Roque Gonzales é destaque no investimento em novas formas de receita

Prefeito João Haas (segundo à esq.) visitou gabinetes em Brasília com o vice Paulo Justen e secretário de Obras Moacir Issler Machado. Foto: divulgação
4 de maio de 2019 l 20:53
Materia atualizada: 06/05/2019 l 08:10




Compartilhe!

Em um cenário dominado pela produção primária, a microrregião missioneira tem obtido ótimos resultados com suas safras, porém, para equilibrar o balanço das prefeituras, é necessário algo mais. Sem poder contar muito com repasses federais ou estaduais, o poder público municipal se apoia em emendas parlamentares e, em alguns casos, na criatividade para agregar novas fontes de renda.

Na esteira de iniciativas inovadoras para municípios do interior, o Turismo, também conhecido como a “indústria sem chaminé”, tem aparecido como alternativa viável para muitos, desde que desenvolvido com eficiência. Em Roque Gonzales, o prefeito João Haas (PP) vem trabalhando para alicerçar cada vez mais as estruturas desta área e tornar sua cidade atrativa para os visitantes.

Momento de participação em evento da Marcha a Brasília

Balneário Municipal e Rota Pomerana

Em entrevista à reportagem da Rádio Missioneira, quando participava da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, onde esteve acompanhado do vice Paulo Aloísio Justen e do secretário de Obras e Saneamento, Moacir Issler Machado, Haas falou sobre o projeto do Balneário Municipal (popular prainha), além da criação de uma nova rota, com base na origem pomerana.

Segundo o Prefeito, um de seus objetivos na visita a Brasília foi buscar recursos para a quarta etapa do projeto de execução do balneário, que já está com as duas primeiras etapas praticamente prontas e a terceira licitada. Com essas três primeiras etapas, será possível concluir o entorno (avenida, rótulas, drenagem e pavimento de acesso), enquanto a quarta possibilitará o início do projeto interno (instalação de grama, escadas, areia e quiosques).

Outro investimento do Município é a Rota Pomerana. Conforme explicou o Prefeito, existe um povo descendente dos pomeranos que habita a localidade de Esquina Manuel. Ele informou que já foi feito contato com representantes do povo pomerano do Espírito Santo e Pomerode (SC), para se buscar mais dados a respeito de como funciona a relação dessa cultura com o turismo, lembrando que o país de origem dos pomeranos, a Pomerânia, hoje não existe mais (foi anexado pela Polônia), porém, o idioma e características culturais seguem vivos por meio de seus descendentes.

Aspectos positivos da gestão

Ainda sobre Brasília, Haas afirmou que seu Município, hoje, é administrado com um rigor que, para muitos, pode parecer estranho, mas que faz Roque Gonzales figurar em destaque no País, inclusive ficando fora do cadastro negativo do Governo Federal – segundo o Prefeito, atualmente cerca de 5.400 municípios aparecem negativados, conforme dados da Confederação Nacional dos Municípios, a CNM.

O Prefeito também destacou as visitas feitas a parlamentares durante a Marcha, independente de partido, visando agradecer e também solicitar apoio – entre aqueles que o tempo lhe permitiu visitar, mencionou os deputados Jerônimo Goergen (PP), Elvino Bohn Gass (PT), Pedro Westphalen (PP), Darcísio Perondi (MDB) e Marcelo Brum (PSL), além dos senadores Paulo Paim (PT) e Luis Carlos Heinze (PP).

Mesmo considerando que o objetivo primordial dos deputados não é a destinação de emendas, João Hass disse que, uma vez que a lei permite, deve-se buscar essas emendas para reforçar a capacidade de investimento. Entre as conquistas recentes, estão duas emendas de R$ 100 mil dos deputados Westphalen e Afonso Hamm (PP) para o Hospital de Caridade de Roque.

Finalizando, o Prefeito reforçou a necessidade de se fazer o pacto federativo, para que os municípios tenham o reconhecimento que merecem – Onde as coisas funcionam é nas prefeituras –, destacou Haas, afirmando que os poderes púbicos municipais carecem de um olhar mais atencioso do povo, para que entendam as dificuldades e os pleitos do municipalismo.

Rádio Missioneira

Galeria de fotos:

This slideshow requires JavaScript.


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados