Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Fórum de Desenvolvimento das Missões e Fronteira Oeste é realizado em São Borja

Compartilhe!

Em sua 3ª edição, evento debateu pautas prioritárias nas categorias de infraestrutura e turismo das duas regiões

Na manhã do sábado (25), a Associação Comercial, Industrial, de Prestação de Serviços e Agropecuária de São Borja (Acisb) realizou a 3ª edição do Fórum de Desenvolvimento da Região das Missões e Fronteira Oeste.

O encontro tem como objetivo a integração e o encaminhamento das demandas dos municípios que compõem as duas regiões. Estivaram presentes no evento lideranças de São Nicolau, como os vereadores João Luiz Paveglio, Ana Paula Alvarenga e Rubens Figueiredo Vargas; o vice-prefeito Rafael Godois e o presidente da Acisa Nilton Cunha. O vice-pefeito de Pirapó, Carlos Gilmar Andres, também esteve presente.

As pautas apresentadas na 3ª edição do fórum, foram recebidas nas edições anteriores do evento e estão divididas em duas categorias: infraestrutura e turismo.

Na categoria infraestrutura, foram identificadas as seguintes demandas prioritárias para o desenvolvimento das regiões:

  1. BR 472: agilidade na obra de recapeamento no trecho São Borja/Itaqui entre o KM 415 da BR 472 até Uruguaiana;
  2. Asfaltamento do trecho quebrado não continuado entre as cidades de Porto Xavier e São Borja;
  3. Asfaltamento entre os trechos dos municípios de Roque Gonzales, Pirapó, São Nicolau e Garruchos;
  4. Pedido de projeto de execução para modificação da entrada de Maçambará na BR 472 e RS 529;
  5. Pedido de projeto de execução para modificação da entrada do trevo de acesso sul de Itaqui;
  6. Agilidade na liberação para construção de uma nova ponte sob o Rio Ibicuí entre Itaqui e Uruguaiana;
  7. BR 285, BR 287, duplicação da BR 285 de Panambi a São Borja;
  8. Melhorias e reformas na sinalização da BR 285 e BR257;
  9. Agilidade na obra de recapeamento da BR285 e BR 287;

Outras demandas de infraestruturas regionais e locais:

  1. Se requer ementa parlamentar para anel rodoviário de São Borja para Avenida Frei Miguelino e Avenida Ori Rey Dornelles;
  2. Pavimentação asfáltico entre Cerro Largo, Rolador e São Luiz Gonzaga;
  3. Ponte sentido Cerro Largo, Cândido Godói com melhorias e instalações de redutores de velocidade em cruzamentos;
  4. Sustentação de pontes no Rio Piratini entre São Luiz Gonzaga e Bossoroca para trafego de grandes cargas e veículos pesados;
  5. Asfalto para o acesso São Borja/Garruchos;
  6. Asfalto para o acesso Encruzilhada/Manoel Viana/Alegrete;
  7. Concretização da BR 392 de Santo Ângelo a Santa Maria, ligando a BR 285 a Capão do Cipó;
  8. Investimento geral da aplicação do Parque Industrial de Santo Ângelo, objetivando desenvolver tecnologia local para o Projeto Cidade Inteligente;
  9. Apoio a construção da Ponte Internacional entre Brasil e Argentina em Porto Xavier;
  10. Apoio para perfuração de poço de água quente e construção de parque termal em São Miguel das Missões;
  11. Investimento federal para ampliação e melhora para os aeroportos e Santo Ângelo, São Borja, Alegrete e Uruguaiana;
  12. Investimento federal para melhoria da telefonia regional e internet rural urbana;
  13. Atuação entre os governos argentino e brasileiro para lançamento de um novo edital para concessão internacional do Centro Unificado de Fronteira, Ponte Internacional São Borja/Santo Tomé.

Na categoria de turismo, foram identificadas as seguintes demandas:

  1. Incremento no cenário turísticos das regiões em um único conjunto, desenvolvendo a integridade, a integração entre os municípios da área turismo para desenvolvimento de plano estratégico para fomento do turismo rural, com ênfase na sustentabilidade;
  2. Desenvolver o ciclo turismo com rotas temáticas e circuitos intermunicipais;
  3. Desenvolver o turismo religioso e místico;
  4. Fortalecimento da centrais de projetos com turismólogo, museólogos, arqueólogos para atender as regiões;
  5. Criação de uma agencia de turismo regional com articulação nos municípios das regiões, visando desenvolver a capacitação e qualificação dos colaboradores que atendem o público com a criação de um selo regional do turismo;
  6. Desenvolver roteiros turísticos para região com alinhamento e integração dos municípios;
  7. Ênfase em produção de mídias voltadas para o fomento do turismo regional;
  8. Envolver os artistas locais e influenciadores digitais como vetores de divulgação dos eventos regionais voltados ao turismo;
  9. Resgate histórico dos pontos turísticos das regiões;
  10. Fortalecimento do projeto pró-missões;
  11. Instalação de placas de sinalização em trechos turísticos nas BR dentro de cada município.

This slideshow requires JavaScript.

Rádio Missioneira, com informações da Acisb