Falta de transporte escolar há um mês em Santo Antônio das Missões motiva protesto na 32ª CRE em São Luiz Gonzaga

Compartilhe!

Cansados com a demora para a situação do transporte escolar ser resolvida, a comunidade Santo Antônio das Missões realiza hoje (25) um protesto em frente à 32ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE). Estudantes, professores, pais, mães e lideranças do município impedem a entrada no local. Com faixas de “Queremos estudar! Não tem transporte escolar”, “O descaso com a educação é o rumo certo?” e “Só queremos estudar”, alunos e mostram a indignação por estarem há um mês sem aula. É a segunda vez a situação ocorre neste ano.

Segundo Ana Emília Nunes, diretora da escola Achilino de Santis, a iniciativa do protesto partiu dos próprios estudantes, pais e mães. “Viemos apoiar e tentar, após muitas conversas, resolver a situação”, destaca a diretora. A escola, localizada no interior, é uma das mais prejudicadas com a falta de transporte, já que 90% dos alunos dependem dele para chegar à instituição escolar.

Conforme Ana, as informações sobre a solução do problema são desencontradas. “Vão na rádio dizer que ta resolvido. Ai os pais nos questionam, mas ainda estamos sem transporte”, explica. Ela complementa que a última informação que soube, é que de as empresas oferecem várias propostas ao governo, que não aceitou nenhuma delas. O protesto hoje tem apoio dos empresários do ramo, que trouxeram em seus ônibus parte dos manifestantes. O grupo deve ficar no local durante toda a manhã. Ainda segundo a diretora, uma comitiva de representantes pretende conversar com Vitor Hugo Nascimento, coordenador regional, sobre o assunto. 

Fonte: Rádio Missioneira