logo-nova

Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Expectativas superadas na 5° Cavalgada da Trilha dos Santos Mártires

Compartilhe!

Dia 28 de abril teve início conforme programado a 5ª Cavalgada na Trilha dos Santos Mártires das Missões, um evento que trás no seu bojo a História das reduções jesuíticas, a Cultura, a Religião e a Ecologia.

Às 0900 horas do dia 28 um grande número de pessoas, entre autoridades, cavalarianos e comunidade local, compareceu ao pé da cruz lá no Passo do Padre, quando após palavras dos organizadores, das autoridades e da bênção pelo Pároco ode São Nicolau os cavalarianos deram início a cavalgada chegando ao meio dia na Escola Municipal Monte alegre, onde após o almoço tiveram a oportunidade de assistir a diversas apresentações musicais por artista do local e também por alunos da escola e para finalizar a hora cívica e cultural foi proferida uma interessante palestra pelo tradicionalista Jairo Bohn de Porto Xavier, versando sobre o cavalo, prendendo a atenção de todos.Do Passo do Padre até São Nicolau a Cavalgada teve a participação de 20 cavalarianosApós foi feito o plantio de 05 mudas de árvores nativas simbolizando a 5ª Edição da cavalgada.

Às 1700 horas foi a vez dos cavalarianos adentrarem a cidade de são Nicolau passando em frente ao Sobrado Silva seguindo em direção ao CTG Primeira Querência do Rio Grande, onde os mesmos tiveram a oportunidade de visitar as ruínas daquela redução.
A noite aconteceu uma bonita recepção aos cavalarianos no CTG 1ª Querência do Rio Grande com um jantar e após muitas apresentações musicais com artistas locais e de São Luiz Gonzaga.

Pela manhã do dia 29 após um saboroso café de cambona com bolo frito os cavalarianos seguiram em direção a Pirapó aonde chegaram às 1030 horas sendorecepcionados pelas autoridades locais, comunidade, alunos e professores da Escola Henrique Sommer.
Após seguiram em direção ao Parque de Rodeios onde foram recepcionados pela direção a associados da Associação dos Tradicionalistas de Pirapó com um almoço e muita música e cantoria por artistas locais, sendo que antes da partida foram plantadas mudas de árvores nativas.

Na divisa dos municípios de São Nicolau e Pirapó 15 cavalarianos recepcionaram os visitantes e os a acompanharam até a sede do município.
Às 1400 horas a cavalgada atravessou a barca do Rio Ijuí onde do outro lado os esperavam diversas autoridades do município de Roque Gonzales e após as boas vindas aos cavalarianos os mesmo seguiram em direção a Cruz de João de Castilhos local do martírio do mesmo. E às 1800 horas foi a vez de chegarem no Santuário de Assunção do Ijuí, onde jantaram e confraternizaram com a comunidade local.

Pela manhã do dia 30 com muita chuva os cavalarianos encilharam suas montadas e seguiram em direção a Cerro do Inhacurutum onde somente o observaram, pois devido ao perigo de acidentes devido a chuva os mesmos seguiram rumo a Linha Inhacurutum onde foram recepcionados com muita alegria por aquela comunidade, onde almoçaram e descansaram, seguindo ás 1500 horas em direção a localidade de Cabeceira do Palmeira, onde pela noite um grande número de pessoas lá compareceu para recepcionar os cavalarianos, inclusive com a presença do Executivo Municipal senhor e seu secretariado, onde após as falas de praxe e uma palestra sobre preservação ambiental proferida pelo ambientalista Carlos Sidnei representando a APARP, teve início o jantar dançante que transcorreu muito animada até as 2400 horas.

Já pela manhã do dia 1º de Maio a cavalgada dirigiu-se até o município de São Pedro do Butiá onde foram recepcionados primeiro na Linha Boa Esperança pelo executivo e seus secretários e diversos membros daquela comunidade, onde foram dadas as boas vindas e lhes oferecido um lanche. Depois seguiram em direção a cidade onde foram recepcionados no Centro Germânico Missioneiro com discurso, acordes de um bandoneon e cantos por um grupo de crianças. Ao meio dia foi à vez dos cavalarianos serem recepcionados no CTG Estância de São Pedro, onde almoçaram na companhia de aproximadamente 300 pessoas. À noite a partir das 1900 horas no mesmo CTG os cavalarianos jantaram e tiveram a oportunidade de assistirem belos números de apresentações de danças gauchescas por um grupo de crianças e também ouvirem lindas poesias e cantos também por estas crianças.

No dia 02 de Maio a cavalgada seguiu cedinho embaixo de uma forte cerração em direção a barca do Passo Novo novamente atravessaram o Rio Ijui chegando no município de rolador onde um grupo de 12 cavalarianos os recepcionaram. Seguiram até a sede do Piquete Batendo o Casco, na Figueira, localizado na residência do Senhor José Machado e Dona Julia Machado, onde juntamente com a comunidade local recepcionaram os cavalarianos com um delicioso almoço.
À tarde seguiram rumo à cidade do Rolador passando antes pelo CTG Presilha do Rio Grande no Rincão dos Pires e Redução Jesuítica de Caçapamini, local onde Sergio Venturini fez uma explanação sobre o significado do local.

As 1800 horas chegaram na cidade do Rolador onde após as boas vindas desencilharam seus cavalos, descansaram um pouco e dirigiram até o salão no centro da cidade onde uma grande número de pessoas os aguardavam para recepcionar e cumprimentarem os cavalarianos sendo logo servido o jantar acompanhado de uma tertúlia com artistas locais e novamente comparecendo diversos artistas de São Luiz Gonzaga.

Pela manhã do dia 03 os cavalarianos tomaram um gostoso café da manhã na Fazenda Bela Vista, seguindo em direção a Caibaté chegando antes na Escola da Localidade da Vista Alegre onde foram recepcionados pelo executivo e seus secretários e também por representantes do legislativo e comunidade local. Após o almoço e um pequeno descanso seguiram em direção a cidade sem antes chegarem no Balneário Urucua a convite de seus proprietários Sérgio e Gislaine Ferreira os quais lhe ofereceram um suculento lanche.

A noite após desencilharem suas montadas e descabeçarem um pouco os cavalarianos foram conduzidos em um micro ônibus até o Piquete Galpão Missioneiro no Rincão da Conceição, onde foram recepcionados por aquela comunidade, onde os cavalarianos foram apresentados e homenageados.
Já no dia 04, último dia da cavalgada, os cavalarianos acordaram cedo com uma chuvinha fina, que não tirou o ânimo dos mesmos para seguirem em direção ao Santuário do Caaró aonde chegaram as 0930 horas e foram recepcionados na Igreja local pelo Pároco Padre Danilo o qual saudou a todos antes de iniciar a Missa Dominical.

Após a missa foi a vez dos cavalarianos confraternizarem com um almoço e receberem seus certificados de participação na cavalgada, havendo também os pronunciamentos dos coordenadores e participantes do evento. Em todos os locais onde paravam os cavalarianos eram feitas pequenas palestras sobre história das Missões, preservação ambiental e tradicionalismo, além de plantio de mudas de árvores nativas.
Podemos observar a garra e perseverança da mulher gaúcha na cavalgada, pois que além da senhora Sirlei Schons que esteve presente e cavalgando desde o início também diversas jovens o fizeram.

Também a cada edição aumenta o interesse pelos cavalarianos da região em participar, sendo neste ano saímos do Passo do Padre com dezesseis cavalarianos foram até o fim. Tivemos momentos com aproximadamente 40 cavalarianos. Chegando ao Caaró com 22 pessoas a cavalo.
Quinze municípios estiveram representados na cavalgada, sendo que dois deles foi pela primeira vez, que foram os municípios de Sarandi e Panambi.
Os coordenadores da Cavalgada gostariam de agradecer a todos que colaboraram para que mais este evento fosse coroado de pleno êxito, surgindo diversos elogios quando de seu término

Por uma questão de justiça e reconhecimento gostaríamos de fazer um agradecimento especial ao 14º BPM que através de suas frações destacadas proporcionou segurança e tranqüilidade aos cavalarianos, tanto durante seus deslocamentos como quando de suas estadas nas localidades.
Sempre no final das cavalgadas já fica estabelecido o calendário para a próxima que será de 27 de Abril a 03 de Maio de 2015. 

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.