Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Estiagem provoca perdas próximas de R$ 20 bilhões, afirma FecoAgro-RS

Compartilhe!

As perdas nas culturas da soja e do milho provocadas pela estiagem podem ultrapassar R$ 19,77 bilhões no Rio Grande do Sul. A cifra corresponde aos recursos financeiros que os produtores deixarão de obter na comercialização dos dois grãos em razão da quebra de safra. A estimativa é da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado (FecoAgro-RS).

Em entrevista ao programa Jornal da Manhã na Missioneira FM 94.9 nesta terça-feira (11), o presidente da FecoAgro-RS e da Coopatrigo, Paulo Pires, ressaltou que a atual estiagem é uma das maiores da história recente do Estado. De acordo com o levantamento, o impacto negativo da falta de chuva chega a R$ 14,36 bilhões nas lavouras de soja e a R$ R$ 5,41 bilhões nas de milho.

Mesmo como o “desastre ” nas áreas de milho da região missioneira, Paulo Pires considera que a Coopatrigo irá receber mais milho do que na safra passada e isso só ocorre devido a modernização da irrigação nas Missões.

Paulo Pires salienta que a homologação de decretos de emergência é fundamental para os municípios e que prefeitos teriam que ter mais liberdade para poder fazer o decreto, sem tantas “amarras burocráticas”.

Na área de atuação da Coopatrigo, o presidente disse que a cooperativa irá fazer o possível para amenizar os impactos da estiagem aos associados, com a estratégia de estar sempre junto do produtor, defendendo os interesses diretos, que podem ser elencados junto às federações e sindicatos representativos dos produtores.

Paulo Pires finaliza afirmando que irá cobrar nesta quarta-feira (12) da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, durante sua vinda às Missões, a agilização dos seguros e do Proagro. Ele concluiu tranquilizando o quadro social da cooperativa são-luizense. “A Coopatrigo é uma extensão do produtor. Se ele vai mal, a cooperativa tem que estar ao seu lado”, afirmou.

Rádio Missioneira