Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Emater/RS-Ascar celebra Dia Nacional da Extensão Rural em todo Estado

Compartilhe!

Presente em todos os municípios gaúchos, Instituição oficial de Aters comemora avanços no rural gaúcho.

Para comemorar o Dia Nacional da Extensão Rural e o Dia do Extensionista, celebrados em 06 de dezembro, a Emater/RS-Ascar vai realizar uma série de atividades em todo o Estado. Além de uma live para os extensionistas, com a presença do presidente da Emater/RS, Edmilson Pelizari, e da Prosa do Saber Extensionista, os escritórios da Instituição vão promover, durante o dia, encontros com as famílias de agricultores e demais públicos assistidos, bem como com representantes de entidades parceiras e com a imprensa. O objetivo é avaliar e divulgar as ações de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) prestadas pelos extensionistas na melhoria das condições de vida no meio rural, cujo propósito justifica a fundação, em 1948, da primeira Emater do Brasil, em Minas Gerais.

A segunda instituição de Extensão Rural, criada em 2 de junho de 1955, foi a Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural (Ascar), que, 22 anos depois,  em março de 1977, passou a atuar com a Associação Riograndense de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), igualmente uma sociedade civil de direito privado, sem fins lucrativos, se tornando, a Emater/RS-Ascar, a Instituição oficial de Extensão Rural do RS, sendo referência no Brasil na prestação de serviços de Aters.

Sobre o serviço oficial de Extensão Rural para a agricultura familiar do RS, essa condição foi confirmada em 16 de julho de 2020, quando, a partir de parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE), e em conformidade com a Lei de Aters (14.245/13), foi alterado o regime jurídico de contratação da Emater/RS-Ascar pelo Governo do Estado, feito através da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). Sem mudar a natureza jurídica da Instituição e dispensando licitação, esse novo contrato de 2020 tem duração máxima de 60 meses (portanto tem vigência até julho de 2025), podendo ser renovado. “Essa nova forma de contratação traz segurança jurídica e orçamentária para a Emater/RS-Ascar, patrimônio dos gaúchos, sendo considerada a principal política pública para o meio rural do Rio Grande do Sul”, avalia o presidente Pelizari.

“Para celebrar essa data tão importante para nós, que atuamos diuturnamente na melhoria das condições de vida de mais de 200 mil famílias do meio rural do Rio Grande do Sul, estamos sugerindo a todos extensionistas usarem da criatividade, decidirem e organizarem, dentro de suas realidades, as ações a serem desenvolvidas, sendo obrigatório o uso de máscara e a disponibilização de álcool em gel, mantendo o distanciamento social”, ressalta Pelizari.

Realização de um café com a imprensa, com apoio de agroindústrias atendidas pela Instituição; doação de uma muda de plantas bioativas, como temperos, como forma de agradecimento e carinho, e a doação de brinquedos ou mesmo alimentos não perecíveis para o Natal de alguma entidade do município estão entre as ações de comemoração dos 73 anos de Extensão Rural no Brasil.

Através das plataformas de streaming serão disponibilizados quatro episódios da série “Dezembro da Extensão Rural” do Podcast da Emater, produzido pela Gerência de Comunicação (GEC) e pelo GT do Conhecimento. A série faz parte das ações promovidas ao longo deste mês para valorizar a trajetória e o conhecimento dos extensionistas nas práticas de Aters no Rio Grande do Sul. Na primeira edição, já disponível em https://open.spotify.com/episode/3m81b9, o entrevistado é o extensionista Giovane Vielmo, de Ibarama, que conta sua trajetória, experiência e contribuição para o legado da Aters gaúcha. Participam das próximas edições as extensionistas Maristela Ebert, Cleusa Alves da Rocha e Córdula Eckert.

“Sugerimos ainda, nesse ato de comemoração, um breve relato da importância da Extensão Rural e Social desenvolvida pela Emater no RS, sendo esta a única Instituição considerada oficial na prestação de Aters para a diversidade de público que atendemos: mais de 200 mil famílias de agricultores, pecuaristas familiares, quilombolas, indígenas, assentados e pescadores artesanais”, cita o presidente, ao elogiar a atuação extensionista. “Nossos empregados e colaboradores atuam com dedicação e comprometimento, levando aos diversos públicos informação, conhecimento, capacitação, assistência técnica, saneamento, sucessão rural, cooperativismo, associativismo e incentivo à agroindustrialização, entre tantas outras ações. Os extensionistas são os grandes merecedores dessa celebração”, afirma Pelizari, que elogia também as entidades parceiras da Extensão Rural e Social, no fortalecimento do rural gaúcho. “Parabéns, extensionistas, vocês são merecedores pelo protagonismo que faz a diferença no desenvolvimento de nosso Estado”, reafirma o presidente Pelizari.

Foto: Arquivo/Divulgação – realizada antes da pandemia da Covid-19.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar/Jornalista Adriane Bertoglio Rodrigues

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.