Criatividade e diversidade marcam 1º Concurso Municipal de Pratos Missioneiros em São Luiz Gonzaga

A produção de alimentos com qualidade pela agricultura familiar foi evidenciada durante o 1º Concurso Municipal de Pratos Missioneiros Saudáveis, inserido na programação alusiva à celebração do aniversário de São Luiz Gonzaga, nas Missões. A criatividade marcou a elaboração dos pratos em duas categorias: à base de mandioca e à base de frutas. O evento, promovido pela Emater/RS-Ascar e pelo Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), reuniu 22 candidatas, na Praça da Matriz, no último dia 3 de junho.

Com a elaboração dos pratos, ficou evidente a possibilidade de frutas e mandioca serem aproveitadas de forma prática, saudável, complementar
e diversificada na alimentação humana. Além disso, quem produz estes alimentos tem como intuito a alimentação saudável, que é garantida desde a produção de forma sustentável e isenta de químicos. "Também é uma oportunidade de resgatar receitas tradicionais elaboradas pelas famílias e conhecer o valor nutritivo destes alimentos", destaca a extensionista da Emater/RS-Ascar de São Luiz Gonzaga, Helena Sandri.

A Comissão avaliadora do concurso foi composta pela primeira-dama, Níria Matos; secretária municipal da Ação Social, Denize Marques Sarmanto; nutricionista da Secretaria de Educação Suzane Crestani; assistente social do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Marilda Dorneles; e gerente regional adjunta da Emater/RS-Ascar, Neida Teresinha Fröhlich.

Na categoria de pratos à base de mandioca, o primeiro colocado foi o enroladinho produzido por Terezinha de Jesus Oliveira de Souza. Em 2º e 3º lugar, foram premiados, respectivamente, as trouxinhas elaboradas por Angelina Ida Kreuz Kaufmann, e o pastelão de aipim com frango, de Jaci dos Santos da Trindade.

Entre os pratos à base de frutas, o favorito da comissão avaliadora foi o bolo de abacaxi e moranguinho, produzido por Cristine Susana Rauber Heckler. O 2º lugar ficou com o bolo de banana, de Lana Thaís Seibt, seguido do arroz chinês, feito por Verenice Inês Seibt.

As vencedoras são convidadas a participar de uma oficina de culinária no CRAS, em parceria com a Emater/RS-Ascar, onde terão a oportunidade de demonstrar o preparo do prato premiado. As receitas serão disponibilizadas para todas as participantes da oficina.