logo-nova

Rádio Online

Clique e confira

(55) 3352-4141

Fale conosco!

Rua Júlio de Castilhos 2236, Centro, São Luiz Gonzaga, RS

Celebrada a assinatura do Termo de Cooperação para a produção de cana-de-açúcar no Estado

Compartilhe!

Evento realizado na Associação Atlética Banco do Brasil – AABB contou com apresentação do projeto criado na parceria entre a Petrobras e Embrapa

Idealizada através de tratativas dos deputados Elvino Bohn Gass e Jeferson Fernandes e organizada pela Embrapa em parceria com a Associação Comercial e Industrial – ACI de São Luiz Gonzaga, a solenidade contou com participação expressiva da comunidade regional, dentre lideranças e autoridades dos municípios vizinhos, assim como representantes de diversos segmentos da sociedade.

MESA DE HONRA – A mesa de honra do ato foi composta pelas seguintes autoridades: prefeito de São Luiz Gonzaga, Junaro Figueiredo; presidente da Petrobras/Biocombustível, Miguel Rossetto; diretor executivo de Transferência de Energia da Embrapa, Waldyr Stumpf Junior; chefe-geral da Embrapa, Clenio Nailto Pillon; gerente de pesquisa da Petrobras, Oscar Chamberlain Paiva; ex-governador Olívio Dutra; deputado federal Elvino Bohn Gass; e deputado estadual Jeferson Fernandes.

PROJETO – Sob grande expectativa, foi concretizada a assinatura do Termo de Cooperação “Tecnologias para o Sistema de Produção de Cana-de-Açúcar no RS”, projeto que foi idealizado há oito anos na região e que, após estudos de investimentos e de planos de ação, teve o marco definitivo com a assinatura celebrada nesta quinta-feira, entre a Embrapa e a Petrobrás/Biocombustível.

Para ilustrar o projeto e o plano de ação visando o fomento à produção de cana-de-açúcar no estado e, consequentemente, ampliando a matriz produtiva do Estado em um mercado muito promissor, o engenheiro agrônomo da Petrobras/Biocombustível, Diego Stähelin, e o pesquisador da Embrapa Clima Temperado, Sérgio dos Anjos, explanaram sobre como foi o processo de zoneamento, identificação de problemas e limitações para o cultivo da cana-de-açúcar na região, e previsão de investimentos para estabelecer um sistema de produção com base no melhoramento genético, uso do solo e da água, cultivo da planta, manejo das pragas e zoneamento, com o objetivo de desenvolver a indústria sucroalcooleira, uma vez que o Estado é um dos maiores importadores de etanol e produz apenas 2% do produto no país.

ASSINATURA – Logo após, foi celebrada a assinatura do Termo de Cooperação, sob aplausos gerais. Na oportunidade, o prefeito Junaro Figueiredo deu as boas-vindas à Embrapa e à Petrobras na região, na certeza do desenvolvimento que a referida matriz produtiva irá proporcionar aos pequenos e médios produtores, além dos assentamentos, que terão um grande incentivo para o plantio da cana em suas propriedades.

Em seguida, os representantes da Embrapa Clima Temperado e Petrobras/Biocombustíveis salientaram a satisfação do pacto firmado, pleito regional que há muitos anos foi defendido pelas mesmas pessoas que, hoje, celebram o Termo de Cooperação. Os deputados Jeferson Fernandes e Elvino Bohn gass, assim como o ex-governador Olívio Dutra, salientaram este teor, afirmando o compromisso consolidado com a comunidade regional.

Para encerrar a solenidade, o presidente da Petrobras/Biocombustíveis, Miguel Rossetto, parabenizou os apoiadores do projeto, afirmando que a pesquisa vai permitir a produção de conhecimento e, consequentemente, credibilidade, pelo fato do embasamento técnico estar a cargo da Embrapa. Esta parceria, segundo Rossetto, refletirá na diminuição de riscos e dará o incentivo necessário à produção, a qual será consolidada como uma matriz produtiva de sucesso na região.

CRONOGRAMA DE INVESTIMENTOS – Segundo a Petrobras, o marco crítico do projeto do sistema de produção de cana-de-açúcar no RS será em maio de 2014, com previsão de investimentos na ordem de R$ 5 milhões, destinados à construção de laboratório de cultura de tecidos, lançamento de variedades e incentivos aos produtores, culminando no lançamento do documento da Embrapa com o Sistema de Produção em 2017. Este investimento será feito de forma gradual pelos próximos quatro anos, sob o embasamento técnico da Embrapa e potencial produtivo dos produtores da região, culminando na produção de etanol a cargo da Petrobras, assim como outras variedades da matriz produtiva que poderão garantir uma nova inserção no mercado para os produtores.

SEMINÁRIO – Ao final da solenidade, o prefeito Junaro Figueiredo e o presidente da ACI, Nilton Teixeira, entregaram aos representantes da Embrapa documento solicitando a realização de um seminário regional em São Luiz Gonzaga, o qual deverá ocorrer no mês de março do ano que vem, tendo, como pauta, o apontamento de caminhos para o desenvolvimento de parcerias entre as instituições e entidades locais para implantação de núcleos de pesquisa em São Luiz Gonzaga. Este pedido foi feito em reunião realizada na ACI, no início da manhã, e oficializado ao final da solenidade de assinatura do Termo de Cooperação.

IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.