Após Dia D contra pólio e sarampo, município atinge cobertura vacinal superior a 65% - Rádio MissioneiraRádio Missioneira
55.99986.2313 (55) 3352-4141

PREVISÃO DO TEMPO

São Luiz Gonzaga
21 de agosto de 2018
55.99986.2313 (55) 3352-4141

Após Dia D contra pólio e sarampo, município atinge cobertura vacinal superior a 65%

21 de agosto de 2018 l 06:08
Materia atualizada: 21/08/2018 l 06:08




Compartilhe!

O Secretário Municipal de Saúde Valmir Silveira falou hoje na Missioneira no Jornal da Manhã, a respeito da campanha. Segundo Valmir, precisamos vacinar ainda aproximadamente 500 crianças para conseguir atingir a meta de 1.705 crianças.

O Dia D da
Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo, ocorrido no
último sábado (18), trouxe uma melhora para os índices de cobertura vacinal do
município. Após duas semanas com índices abaixo da média, a consulta no sistema
SIPNI-web realizada nesta segunda-feira (20) apontou que o município atingiu a
cobertura vacinal de 66,28% para a poliomielite e 65,81% para o sarampo. A meta
da campanha é vacinar 95% do público alvo.

Com os resultados, São
Luiz Gonzaga está dentro das projeções realizadas pelo Ministério da Saúde, o
qual definiu uma taxa de imunização de 62% para o Dia D. A coordenadora do
Centro de Saúde, Patrícia Bressan, destacou o apoio recebido para a divulgação
da campanha. Agradecemos ao Rotaract, o qual promoveu diversas ações de
divulgação, entre elas uma blitz durante o Dia D; aos voluntários Stevan
Bressan e Kelvin Morais, que produziram um vídeo de divulgação da campanha; e a
imprensa local por apoiarem a mobilização.

 RESULTADOS

A Coordenação Municipal de
Imunizações, em uma análise mais aprofundada do número de doses aplicadas em
cada ESF até o Dia D e da estimativa de crianças por área, verificou os
seguintes dados:

ESF Duque  61%

ESF Vila Trinta  60%

ESF Floresta  47%

ESF Paz  59%

ESF Presidente Vargas  65%

ESF Agrícola e ESF Ramona  50%

ESF Bairro Mário  66%

ESF Dr. Chico  83%

ESF Centro e localidades
do interior  98%

Mesmo com os bons
resultados, a coordenadora ressaltou que a mobilização continua. Antes do Dia
D, a cobertura vacinal era de aproximadamente 18%, algo muito preocupante. Conseguimos
atingir um bom índice, mas ele não foi homogêneo. Em algumas unidades de saúde
as taxas estão abaixo do esperado. Pedimos que os pais ou responsáveis
continuem levando às crianças as unidades de saúde para a imunização,
garantindo a proteção dos nossos pequenos. A Vigilância Epidemiológica do
município investiga casos suspeitos de sarampo, sendo que um caso foi
confirmado em março, por isso a vacinação é tão importante, afirmou.

A campanha é destinada a
crianças de um ano até quatro anos, 11 meses e 29 dias. Para a imunização, é
necessário apresentar a caderneta de vacinação e o cartão SUS da criança. O
comparecimento, além de beneficiar a saúde das crianças, auxilia o município no
alcance de metas, o que contribui para a vinda de recursos que são aplicados na
saúde da população. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o
Sarampo encerra no dia 31 de agosto.


Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados