ACI integra-se na campanha em favor da menina Raíssa Victória

A empresária Ieda Hubner, proprietária da Clínica Prónimal, compareceu na reunião da diretoria da ACI segunda-feira, para informar a entidade sobre a campanha que se desenvolve na cidade em favor da menina Raíssa Victória. Ela tem 4 anos e desde os primeiros meses de vida sofre de uma doença rara, chamada “Epidermólise bolhosa”, que causa lesões na pele até mesmo através de gestos afetivos, como um simples abraço. Formam-se feridas que causam dor e sofrimento. Os pais, Jonas Siqueira da Silva e Silceia Santos de Oliveira, dedicam-se inteiramente aos cuidados da filha, a fim de que o cotidiano da menina seja o menos doloroso possível. Qualquer gesto, qualquer toque, é suficiente para criar bolhas na pele, que depois se transformam em feridas que precisam ser tratadas com extremo cuidado. E nesse ato de tratar, é preciso todo o cuidado de não gerar, sem o desejar, outras bolhas que iniciam outra ferida em sua pele. Apenas 250 crianças sofrem desse mal no Brasil e o único tratamento existente, em todo o mundo, para o combate desse mal, é na Universidade de Minesotta, nos Estados Unidos, para onde os pais de Raíssa Victória vão levá-la, a fim de buscar a sua cura ou pelo menos amenizar o seu doloroso cotidiano. Mas, para viabilizar esse tratamento, precisam reunir 1,5 milhão de dólares, valor que em moeda brasileira chega a 3 milhões e 500 mil reais.

Jonas e Silceia não desistiram, mesmo tendo à frente uma meta de muita grandeza. Mas concluíram que, como pais, vão lutar todos os dias, convictos de que algo haverá de acontecer capaz de lhes proporcionar o valor necessário ao tratamento da menina. Desta forma, com o apoio de amigos, estão fazendo o que podem, o que está ao seu alcance. Imprimiram camisetas e estão fazendo a venda para amigos. Com o apoio de pessoas que se sensibilizaram com o caso, fizeram um vídeo que conta a luta pela vida de Raíssa Victória e que tem como titulo a frase “Para poder abraçar”, forma de informar que até mesmo esse gesto afetivo não está ao seu alcance. Amigos, vizinhos, associados de entidades, muitas pessoas já viram o vídeo e, comovidos, ingressaram no grupo de voluntários que buscam recursos para pagar o tratamento médico da menina.

Mas essas campanhas, embora meritórias, não rendem o necessário. É preciso alcançar o Estado e o País, comover milhares de pessoas, formar uma corrente de norte a sul, de leste a oeste, envolvendo pessoas de boa vontade de toda parte. Para isso, Ieda iniciou com o grenal de domingo, quando os jogadores entrarão em campo com a camiseta da campanha de Raíssa Victória e com uma faixa pedindo a colaboração do Rio Grande à campanha pela vida da menina, que também estará no campo, acompanhada dos pais. A partir daí, a imprensa gaúcha fará o resto, com certeza. E a campanha terá a mesma grandeza de seu custo.

Aqui em São Luiz Ieda pretende lançar a campanha da contribuição de R$ 5,00, oferecendo como contrapartida aos colaboradores um número do sorteio de bicicletas que serão doadas à campanha.

O Instituto Tânia Zambon também aderiu a essa campanha e promete um evento grandioso para mobilizar líderes capazes de levar esse movimento para toda parte.

Quem desejar contribuir financeiramente para essa campanha, podem fazer depósitos em contas abertas no Banco do Brasil desta cidade (agência 1810-4, conta corrente número 27441-4) e Sicredi local (agência 0307 e conta corrente 12889-4).

Por outro lado, quem tiver ideias sobre os melhores caminhos para esta campanha chegar ao seu objetivo de juntar 3 milhões e 500 mil reais, favor repassar sua criatividade à ACI, pelo fone 3352-4500 ou à Clínica Prónimal, da veterinária Ieda Hubner, fone 3352-1525.

Homenagem ao Instituto Estadual Prof. Osmar Poppe

Com o nome de Ginásio Estadual São Luiz Gonzaga, o atual Instituto Estadual de Educação Prof. Osmar Poppe foi fundado em março de 1964, iniciando atividades no mês seguinte. A conquista desse ginásio foi saudada por toda a população, que desejava uma escola pública de qualidade para o ciclo ginasial, que hoje corresponde às séries finais do Ensino Fundamental, tendo em vista os sinais de que o tradicional Ginásio Santo Antônio de Pádua, instituição particular, estava encerrando atividades.

Ao completar 50 anos este mês, a instituição tem marcante presença na vida educacional desta cidade, oferecendo Ensino Fundamental e Ensino Médio e ainda o curso do Magistério.

Em vista dessa bonita história, a diretoria da Associação Comercial e Industrial enviou à escola mensagem de cumprimentos, salientando que o estabelecimento é motivo de orgulho para toda a população.

Novo associado na ACI

A Loja Lar Doce Lar, de Jaine Fontoura Andres, localizada na rua dr. Bento Soeiro de Souza solicitou inscrição na ACI, tendo a sua proposta aprovada.

Posse no Sindilojas

Nesta terça-feira ocorre a posse da nova diretoria do Sindilojas, em cerimônia solene e festiva a partir das 19h, no Restaurante Cantina. Nelson Faleiro, atual presidente, foi reeleito para cumprir novo mandato.

Encontro regional da AGERT

A Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão vai realizar encontro em São Luiz nesta sexta-feira, dia 11, na Casa de Festas Aquarela Eventos. A reunião deverá reunir executivos e profissionais de rádio de mais de 50 cidades da região. Quem promove são as emissoras Rádio São Luiz e Rádio Missioneira.

Juíza assume Vara Criminal da Comarca

Na próxima sexta-feira, dia 11, em cerimônia que terá lugar às 10h30min, no salão do Tribunal do Júri da Comarca (Edifício do Fórum), a juíza Roberta Pens de Oliveira assumirá a titularidade da Vara Criminal, que vem sendo atendida, interinamente, pela juíza Gabriela Dantas Bobsin, titular da 1ª Vara Cível, desde a transferência do antigo titular.

Atendimento na Caixa Federal

A diretoria da ACI, em sua reunião desta segunda-feira, considerou que a explicação dada pelo Superintendente Regional da Caixa Federal, com sede em Passo Fundo, Ruy Fernando Fajardo Kern, embora respeitável, não atendeu ao pleito local que pede mais servidores lotados nesse estabelecimento, tendo em vista o congestionamento diário na agência, de clientes e usuários dos programas sociais do governo federal, esperando longo tempo para ser atendido. O superintendente disse que a rentabilidade da agência não permite a colocação de mais funcionários em São Luiz. Informações recebidas pelo presidente Nilton Luís Teixeira, indica que a agência da Caixa Federal em Santo Ângelo, que atende um público de 85 mil pessoas, tem um quadro de 45 funcionários. E a agência de São Luiz, que atende um público de 75 mil pessoas, oriundos desta cidade e mais sete municípios, o quadro de pessoal é de apenas 15 funcionários.

Seminário da Indústria integrará a Semana Acadêmica da URI – São Luiz

Foi decidido na reunião de segunda-feira, da diretoria da ACI, quer o seminário anual da entidade, realizado sempre no mês de maio, “Indústria: do Sonho à Realidade”, será realizado mais uma vez com a Semana Acadêmica da URI. A palestra de abertura será de José Carlos Martins, fundador da Marco Pólo, grande projeto industrial gaúcho. Seu tema será Economia e Inovação. Outras palestras estão sendo definidas.