Guarnição foi deslocada sem necessidade no sábado, para atender incêndio que era falso

Foto: Arquivo/Rádio Missioneira - Fonte: Rádio Missioneira - Autor: Amanda Lima
09 Julho 2018 04:07:15

Mesmo sendo crime, pessoas continuam passando trotes no telefone 193, a emergência do Corpo de Bombeiros. Neste final de semana, a equipe da guarnição de São Luiz Gonzaga foi alvo de trote. Uma ligação informando sobre um incêndio em uma residência foi recebida no sábado à noite. A equipe foi ao local, no bairro Industrial, com rapidez, mas ao chegar no endereço informado na ligação, não havia nenhum sinal de sinistro na residência. O morador não estava em casa.

No boletim informativo dos bombeiros hoje (09) na Rádio Missioneira, o sargento Saydelles pediu a compreensão da comunidade, para que não passe trotes. Ele lembrou que se trata de crime, previsto no Código Penal Brasileiro. "Provocar a ação de autoridade, comunicando-lhe a ocorrência de crime ou de contravenção que sabe não se ter verificado". A pena é detenção, de um a seis meses, ou multa.

Conforme o bombeiro, a situação é uma perigosa, uma vez que toda a equipe é deslocada e por vezes outros órgãos junto, como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Brigada Militar (BM). Caso uma ocorrência real seja constatada ao mesmo tempo, vidas podem estar em risco.

O profissional lembrou que existem identificadores de chamadas, que permitem saber de qual número a ligação foi recebida. Mais do que isso, ele pediu à comunidade que tenha consciência e espalhe esse recado, em especial aos jovens e crianças.



Galeria da Notícia

flicker

Facebook