Vereador também falou a respeito de assembleia da Atrapen

Foto: Nivaldo Maciel / Rádio Missioneira - Fonte: Rádio Missioneira - Autor: Róbson Gomes
12 Março 2018 11:03:35

O vereador José Luiz Terra Vieira (PT) explanou a respeito da representação contra a vereadora do mesmo partido, Ana Barros. Ele justificou acreditar que não houve erros na conduta da colega.

José Luiz afirmou que ela foi eleita para fiscalizar o executivo e dar direcionamentos aos procedimentos que envolvam a comunidade."Não vejo ilegalidade nos atos de Ana. A empresa cegou e não houve divulgação do seu trabalho, nem envolvimento do executivo. Esse processo deveria ter sido feito de forma diferente", disse.

Ainda assim, defendeu a criação da comissão para se ouvir as partes envolvidas. "Mesmo assim, reforço de ante-mão que ela não fez nada além da sua obrigação. A comissão avaliará e decidirá o que será feito", pontuou.

Asssembleia da Atrapen

Na oportunidade, José Luiz também falou a respeito da Associação dos Aposentados e Pensionistas (Atrapen). Nesta quinta-feira (15), será realizada uma assembleia deliberativa. O evento terá início às 9h, no CTG Galpão de Estância.

José explicou que a Atrapen adquiriu um terreno, com recursos dos associados e que eles irão determinar que serviço será instalado no espaço. Os membros poderão optar por farmácia, pilates ou piscina de hidromassagem. Só terão direto a voto aqueles associados que estiverem presentes para a deliberação. Os demais, que não participarem, não terão direito de contestação após a escolha democrática. Todos os associados estão convocados para participar.

 



Galeria da Notícia

flicker

Facebook