Governador afirmou que as demandas podem ter respostas positivas ou não

Foto: Gerson Marques/ Rádio Missioneira - Fonte: Rádio Missioneira - Autor: Róbson Gomes
18 Maio 2017 14:05:18

O governador do Estado, José Ivo Sartori, recebeu hoje (18), no Palácio do Piratini, os vereadores da região das Missões. Na oportunidade os edis que compõem a Associação dos Legislativos das Missões (ALM), entregaram a "Carta das Missões", com reivindicações de toda a região. A Rádio Missioneira transmitiu o pronunciamento do governador ao vivo.

Conforme Sartori, os vereadores são a maior representação política que uma comunidade pode ter. Por esse fator, afirmou que valoriza muito os municípios, a modo que cada um 2016 tivesse um orçamento de 10% a mais, assim como em 2017.

José Ivo destacou que o Rio Grande do Sul passou teve diversas administrações e que ao longo dos anos sofreu com as diversas interferências. Afirmou que quando assumiu, tomou medidas a fim de reduzir o déficit dos cofres gaúchos. Classificou os cortes de gastos como ações simples e que, independente do regime fiscal, o déficit chegou há R$ 8 milhões.

O governador afirmou que não se preocupa com a reeleição, uma vez que quer recuperar o Estado para que o próximo gestor não passe os constrangimentos que citou passar até o momento. Disse acreditar na política e declarou buscar faze sempre da melhor maneira.

Ele destacou conhecer a realidade dos municípios. Relembrou que esteve na região e que visitou municípios como São Luiz Gonzaga, Roque Gonzales, São Nicolau, Dezesseis de Novembro, Bossoroca e São Paulo das Missões. "Percorri diversos municípios e conheço os problemas e as dificuldades e, que dentro do possível buscou atender as demandas", falou.

Evidenciou que fez o que poucos políticos têm coragem de fazer. "Fiz aquilo que muitos não têm coragem de fazer. Quando se pode dizer sim, se diz sim. Quando não é possível, dizemos não", colocou. Falou que sempre teve atitudes claras e que governou transparências.

Sartori disse buscar renegociar as dívidas com alguns municípios, bem como com os hospitais e órgãos da área da segurança.  Disse que as demandas da região serão todas encaminhadas e analisadas. Informou que as mesmas em receber respostas que podem ser positivas ou não. De acordo com Sartori, o ato é de extrema importância. "Seis dos problemas da São Luiz Gonzaga, de Rolador, de Pirapó, de Garruchos, e de outros municípios. Buscamos colocar os repasses em dias, porém temos que pagar a folha", disse.

Ddestacou que deve haver concurso aberto para Susepe, para o IGB. Deve haver 300 novas contratações para os Bombeiros e 1.2 mil para a Polícia Militar.  Aqueles servidores da segurança que são do interior e que trabalham na Capital devem retornar para a sua região. 

O titular da pasta de Transportes Pedro Westphalen, afirmou que como secretário busca fazer uma transformação de infraestrutura nas regiões que tanto precisam. Conforme ele, o cenário é de qualificação dos vereadores e destacou que ALM é uma das mais organizadas associações legislativas do Rio Grande do Sul.  Para o secretário, os avanços que ocorrem na região se devem ao esforço dos vereadores, prefeitos, e de todos os envolvidos que possibilitam o desenvolvimento do trabalho de recuperação em todo o Estado.

Na oportunidade Rubens Figueiredo, que ex-presidente da associação, destacou que ALM tem grande importância na representação das missões. O presidente da Câmara de São Luiz Gonzaga, Chiquinho Lourenço, e atual vice-presidente da associação reforçou que os vereadores cumprem com seu dever e  esperam que o governador de respostas positivas.

Para o vereador, o retorno é fundamental. "Precisamos de repostas positivas. Temos as questões dos Bombeiros, que é algo que afligem a todos. Esperamos que ao menos isso tenha respostas concretas", falou. Sobre a ALM, pontuou que a associação tem muito prestígio, prestou esclarecimentos e realizou palestras o que possibilitou que os vereadores retornem com mais conhecimento para seus municípios. 




flicker

Facebook